Dicas para o Cortejo!

Hoje vamos falar um pouco sobre o cortejo, ou a entrada dos principais participantes do casamento: noivos, pais, padrinhos e as crianças!

Não se preocupe, é tudo muito fácil e nada é realmente obrigatório. O que importa é que tudo saia como você sonhou!

Montamos um esquema do cortejo mais tradicional de entrada e saída da cerimônia. Funciona assim:

1 – Noivo entra com a mãe;

2 – Mãe da noiva entra com o pai do noivo;

3 – Os casais de padrinhos, entram alternados, um da noiva, outro do noivo;

4 – As crianças entram antes da noiva (damas, pajens ou floristas);

5 – Por último, a grande estrela, a noiva com seu pai;

6 – Na hora de ir embora, saem primeiro os noivos, depois as crianças, os pais dos noivos, cada um em seu respectivo par e por último os padrinhos.

Mas é claro que tudo pode ser alterado para atender o estilo da sua festa ou alguma necessidade ou desejo especial!

DICAS

– A distância ideal entre um casal e outro de padrinhos é o suficiente para que possam ser fotografados. Geralmente 3 a 5 metros entre eles é o recomendado.

– Ao invés de carregar uma bolsa, fica lindo as mães e madrinhas levarem uma flor ou um pequeno bouquet.

– Alguns preferem abrir o cortejo com os padrinhos e deixar o noivo entrar pouco antes da noiva, somente com as crianças entre eles.

CRIANÇAS

– As crianças não são obrigatórias no cortejo, isso fica a critério dos noivos, que às vezes preferem colocar os avós para levar as alianças ou substituir as damas por demoiselles, que são as damas adultas.

– As damas e pajens que levam as alianças podem entrar depois, na hora da troca das alianças.

Prefira crianças com 4 anos ou mais, para o risco das menores ficarem tímidas ou irritadas e por entenderem melhor o papel no casamento.

– Prefira duas ou mais crianças, pois em grupos elas ficam menos assustadas.

– Procure ensaiar o cortejo antecipadamente com as crianças.

– Leve balas e pirulitos para dar as crianças.

– Tenha alguém de confiança da criança por perto, caso ela comece a chorar ou não queira entrar.

– Se as crianças entrarem correndo, não se estresse, elas costumam ser espontâneas.

VARIAÇÕES

– Se o pai da noiva já faleceu, ela pode optar por entrar sozinha, se a emoção puder ser controlada ou então com a mãe ou alguém muito importante para ela como um tio, primo ou padrinho.

– Se a mãe do noivo for falecida, ele pode entrar sozinho, inclusive com uma música especial para ele. Mas se preferir alguém especial pode acompanha-lo.

– O noivo sem a mãe, também tem a opção de entrar acompanhado pelo Garçon D’honneur, que podem ser amigos ou parentes, que entram ladeando o noivo.

– Se um casal de pais for separado e não tem um bom relacionamento, na saída do cortejo podem sair acompanhados cada um com um outro filho ou filha, ou então, se for gerar um problema muito grande, o cortejo de saída pode ser feito apenas pelos noivos.

DE QUE LADO DO HOMEM ENTRA A MULHER?

– Quanto ao se o homem dá o braço esquerdo ou direto à mulher, existe uma polêmica. Alguns dizem que o homem deve dar o braço esquerdo à mulher, por este estar ligado ao coração. A regra de etiqueta fala que deve ser o braço direito, pois é com ele que cumprimentamos as pessoas. Mas isso fica a critério de cada um.

MOMENTO ESPECIAL: ENTRADA DA NOIVA!

– Se um violino acompanhar a entrada da noiva, deixe a porta de entrada fechada, para criar um clima de expectativa.

– A noiva deve posicionar o buquê na altura do osso da bacia, levemente afastado do vestido.

– Se os noivos tiverem muita diferença de altura, podem entrar de mãos dadas, para a noiva não parecer que está pendurada no noivo.

– Na entrega da noiva, o pai deve, primeiramente, ser cumprimentado pelo noivo. Em seguida, o noivo deve dar um beijo na testa da noiva e levá-la para o altar.

 

(Pode copiar, sem problemas, mas não esqueça dos devidos créditos). 

Escreva pra gente!